Estamos vivendo um momento fantástico em Belém, disse Anivaldo Vale à rádio Boas Novas

“Quero colocar para a sociedade de Belém todo o meu conhecimento, meu saber, minha vontade de trabalhar e meu compromisso. Eu quero continuar e vou continuar. Não tenho mais idade para fazer promessa e não cumprir”. Foi o que declarou o candidato Anivaldo Vale em entrevista concedida à rádio Boas Novas na manhã desta terça-feira (19).

O candidato da Coligação União por Belém (PR, PTB, PDT e PRB) foi entrevistado pelo jornalista e pastor Honório Pinto e pela jornalista Ana Cláudia Luz. O programa teve duração de uma hora e foi dividido em cinco blocos: educação, saúde, segurança e transporte, temas livres e considerações finais.

No primeiro bloco de entrevistas, Anivaldo apresentou suas propostas para a área de educação, destacando que é o ponto forte da atual gestão. “São 66 escolas que estão totalmente equipadas, informatizadas, com bibliotecas e quadras de esportes. Construímos ainda 14 escolas durante essa gestão. A formação continuada é a melhor forma de valorizar o nosso professor. O maior patrimônio da educação”, disse.

Anivaldo Vale destacou os avanços na educação municipal nos últimos anos, comparando os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2005 (2.2), com o de 2011 (4.4), que alcançou a expectativa projetada para 2015. “Isso representa que a educação avançou, que o ensino chegou. Não tivemos uma greve. Houve avanços significativos na educação e temos que reconhecer esse ponto forte”, disse ele.

Ele lembrou que a atual gestão foi pioneira na distribuição de kits escolares em Belém, destacou a qualidade da merenda escolar dos alunos das escolas municipais e também frizou que até o final do mandato serão entregues mais onze escolas municipais.

O candidato usou o segundo bloco para falar das propostas para a área da saúde, citando a criação do Centro de Referência da Mulher. Ele aproveitou o momento para fazer uma retrospectiva de como a atual gestão recebeu a área. “O salário dos médicos e dos profissionais de saúde era pago pelo Governo do Estado. A partir de janeiro de 2005 começou a ser pago pela prefeitura”, comentou.

Anivaldo reforçou que ao ser eleito irá avançar muito mais em ações que priorizem a capacitação do profissional da saúde. Ele aproveitou ainda para fazer críticas aos outros candidatos. “Enquanto alguns candidatos estão prometendo construir o pronto socorro de Icoaraci, a atual gestão vai inaugurá-lo no final do mês”, disse.

Na área de saneamento, Anivaldo falou sobre o maior projeto de Macrodrenagem da América Latina, o da Bacia da Estrada Nova, que vai beneficiar diretamente moradores de dez bairros. “É a primeira vez que está tratando esgoto em Belém. Quero declarar guerra às palafitas. Quero dar dignidade a essas pessoas que moram em cima dos esgotos.

Vamos continuar o projeto ate a Universidade Federal do Pará”, disse.

Segurança e transporte foram os temas do terceiro bloco do programa. Anivaldo contestou a afirmação do jornalista Honório sobre a falta de planejamento para o BRT e assegurou que os recursos estão garantidos para a segunda parte. A primeira, do entroncamento até São Brás, será inaugurada ainda este ano.

“Oito anos atrás Belém tinha 130 mil veículos, hoje mais 400 mil. Duciomar fez a Marques (de Herval), a Duque (de Caxias), várias artérias para interligar um sistema. O BRT foi levado para a Dilma e Lula e ambos elogiaram o projeto”, afirmou, ao esclarecer que os ônibus não vão mais circular pela Avenida Almirante Barroso, liberando o fluxo dos veículos.

Sobre a ponte Outeiro-Mosqueiro, Vale afirmou que o projeto já está pronto aguardando ser aprovado. “Queremos abrir uma comunicação com os municípios de Outeiro e Mosqueiro. Queremos trazer Mosqueiro para dentro de Belém. Queremos fazer uma grande orla daqui até Mosqueiro”, afirmou.

No quarto bloco, entre os temas livres, Anivaldo falou sobre suas propostas para a área da cultura. “Esse patrimônio tem que ser conservado. Queremos trabalhar o centro histórico de Belém como patrimônio da sociedade, preparando a cidade para seus 400 anos”, disse.

No quinto bloco, Anivaldo fez as considerações finais e reafirmou seu compromisso com Belém. “Queria agradecer à rádio Boas Novas pela oportunidade de conversar com o povo de Belém. Estamos vivendo um momento fantástico em Belém. Eleição é comparação. Eu nunca respondi a um processo, não tenho processos pendente. Vou continuar com todas essas obras e vou fazer muito mais”, afirmou.

Ouça a entrevista:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s